Tintas e acessórios joviais reformam o cômodo mais romântico da casa

Quem tratou de assumir a tarefa de transformar o quarto foi a blogueira e decoradora carioca Vivi Visentin, do blog Decorviva

Minha Casa Digital

É de se apaixonar.. | <i>Crédito: Andrea Marques
É de se apaixonar.. | Crédito: Andrea Marques

A reforma tinha uma missão: fazer os pombinhos recém-casados, a advogada Carolina Fernandes e o biomédico Alexandre Figueiredo, se sentirem nas nuvens em seu quarto.

Quem tratou de assumir a tarefa foi a blogueira e decoradora carioca Vivi Visentin, do blog Decorviva. “A Carol me procurou e contou que eles moravam em um apê alugado e precisavam de ajuda para valorizar o espaço sem gastar muito”, lembra Vivi. Prato cheio para a profissional, que adora esse tipo de desafio e convocou como aliados tintas e acessórios joviais, basicamente. Foram dois meses de trabalho para que o ambiente se enchesse de alegria. “Encontramos a nossa fada madrinha da decoração”, comemora o casal.

Antes:

A paleta doce dá o tom no cômodo mais romântico da casa

❚ A transformação começou pela parede atrás da cama. Mais do que apelar para a pintura, Vivi deu seu toque criativo: aplicou dois tons de cinza – um pronto e outro misturado com branco – separados por um lambri de madeira tingido de amarelo, pregado em toda a extensão (3 m). “A proposta é diferenciar a área da cabeceira com sutileza. Mesclando o suave com o vibrante, cheguei a um equilíbrio de cores”, diz. Como a barra divisória tem 9 mm de espessura, ela apoiou quadrinhos ali.

Depois:

❚ O mix de estampas  das almofadas, pôsteres e cúpula do abajur enriqueceu o projeto, assim como o casamento de mesinhas diferentes  nas laterais da cama.

Cor e mais reaproveitamento nos novos cantinhos de descanso

❚ A varandinha do quarto também ganhou cara nova. A mesa escura de ferro se iluminou com spray amarelo, e o tampo ficou gracioso com a aplicação de adesivo colorido por baixo do vidro. Só as cadeiras foram trocadas por modelos de madeira, que também receberam uma pitada de ousadia: Vivi cobriu as duas ripas do encosto  com tinta verde-água.

Antes e Depois: 

❚ Outro canto de relaxamento foi um pedido do morador: Alexandre queria um espaço de leitura. Para tanto, a decoradora mandou revestir com suede a velha poltrona – herança do avô do rapaz – e especificou uma luminária de piso.

Antes e Depois:

❚ Na frente da cama, a parede da TV se enfeitou com um tom rosado e um kit de espelhos decorativos. A bancada que sustenta o aparelho é um tampo de MDF, recortado conforme os desníveis da alvenaria vizinha, que se apoia na antiga cômoda e vai aparafusado na extremidade. Dessa forma, criou-se um nicho para  o frigobar retrô, sonho  de consumo do casal.

Antes e Depois:

 

08/01/2017 - 11:39

Conecte-se

Revista Minha Casa
Coleção CARAS