Quarto ganha cores fortes e cantos organizados

A transformação surpreende: o antigo dormitório, praticamente vazio e sem graça, agora chama a atenção pelo bom uso da área e de cores fortes

Texto Cris Komesu | Fotos Carlos Piratininga

designers de interiores Ana Maria Mouawad Queiroga e Ana Terra Silveira, do Studio da Ana, de São Paulo. | <i>Crédito: Foto Carlos Piratininga
designers de interiores Ana Maria Mouawad Queiroga e Ana Terra Silveira, do Studio da Ana, de São Paulo. | Crédito: Foto Carlos Piratininga

Quando Ruth Barbosa de Lima decidiu reformar toda a casa, viu o dinheiro se esgotar antes que chegasse a vez de sua suíte. Recorreu, então, ao concurso Minha Casa Renovada e foi premiada com a repaginação comandada pelas designers de interiores Ana Maria Mouawad Queiroga e Ana Terra Silveira, do Studio da Ana, de São Paulo. Em vermelho e azul - tons que Ruth adorou, mas que não teria arriscado sem ajuda profissional -, o quarto conquistou personalidade. E agora tem móveis em tamanho e quantidade mais proporcionais à área, o que inclui espaços de leitura e de trabalho.

Planejada pelas profissionais, a área acomodou novas funções

º Um painel (1,86 x 2,70 m) de revestimento vinílico (Tarkett Fademac) cobre uma das paredes - sua altura acompanha a entrada do banheiro. Apenas coladas na superfície, as réguas de 1,84 m de extensão, com 9,5 cm de altura, disfarçaram a caixa de força e trouxeram calor ao espaço.

º A TV, que ficava sobre uma cômoda, foi fixada nesse painel, liberando o canto do quarto para um espaço de trabalho com escrivaninha (Kappesberg).

º A porta do banheiro repetiu a mesma tonalidade vermelha da parede da cama. "Optamos por essa cor forte para aquecer o ambiente. E ela também traduz o romantismo do casal", justifica Ana Maria.

º A janela foi brindada com doses de branco, na pintura e na cortina de voal. O tecido esvoaçante filtra delicadamente os raios solares e dá leveza.

º Destaque também para a iluminação artificial. Pendentes de papel em estilo japonês ficam sobre a cama e perto da área de vestir. Já a luz pontual soma três focos de dicroicas sobre a cabeceira e quatro luminárias: uma de cada lado da cama, outra na escrivaninha e a quarta junto da cadeira de leitura. Todos os sistemas são independentes, o que permite criar cenas variadas, segundo as designers.

º O piso laminado, em boas condições, foi preservado. Para reforçar o aconchego, um tapete de algodão preenche o espaço ao redor da cama.

Móveis prontos se unem a completos feitos sob medida

º Antes da reforma, as roupas de Ruth e Reinaldo ficavam empilhadas em estantes improvisadas, cobertas por panos. Agora, um amplo armário com portas de correr (Kappesberg) cumpre a tarefa com eficiência e beleza. "Finalmente consegui organizar minhas coisas", comemora a moradora.

º Como o guarda-roupa é menor que a parede onde está, o canto restante foi espertamente aproveitado com quatro prateleiras para enfeites, miniaturas e porta-retratos.

º Em um ambiente onde prevalecem as linhas retas, um inesperado tapete redondo, delimitando o espaço de leitura, agrada ao olhar.

º Na superfície atrás da cadeira do tipo diretor, fotografias se harmonizam com pequenos espelhos guarnecidos de molduras coloridas. "Como a família é muito unida, achamos importante dar destaque a esses elementos", explica Ana Terra.

º A tinta acrílica fosca azul (Rastro de Esqui, da Coral), bem clarinha, quase passa despercebida. Porém, presente nas duas laterais do quarto, traz tranquilidade e equilíbrio à composição, marcada por tons fortes e mais femininos. "O astral do cômodo está diferente! Fiquei surpresa, porque até meu marido, que não é muito adepto de cores, gostou do resultado", conta Ruth.

A cabeceira resulta de muita criatividade

º A cama recém-comprada foi mantida. Entretanto, mudou por completo com a nova cabeceira, invenção das designers. "Como foi desenhada e executada por nós, o custo foi menor que o de um modelo comprado pronto", compara Ana Terra. A peça é uma prancha de madeira coberta de espuma e tecido estampado.

º Logo acima, o espelho acompanha a largura do painel e provoca a sensação de profundidade.

º A nuance avermelhada (Magnificência, da Coral) foi eleita para destacar essa área.

º Sobre a pintura, aplicou-se o adesivo Sonho de uma noite de verão, que traz frases da obra de William Shakespeare.

º O xale verde e as almofadas em xadrez levam pitadas de cor à roupa de cama neutra. Apesar das padronagens diferentes da cabeceira e do enxoval, as estampas partem da mesma paleta de cores - o que, segundo as profissionais, garante a harmonia.

º Garrafas de vidro têm função de vasos. "São detalhes como esse que enchem o quarto de graça", finaliza Ana Maria.

Aproveitamento total

º O tapete retangular (1) demarca a área de dormir e traz conforto aos moradores quando se levantam da cama.

º O quarto ganhou cantos de trabalho (2) e de leitura (3), além de guarda-roupa (4).

24/01/2017 - 17:24

Conecte-se

Revista Minha Casa
Coleção CARAS