Trabalho que inspira

A designer de interiores paulistana Ana Mouawad Queiroga transferiu seu escritório para dentro de casa – e caprichou na decoração do espaço de 8,75 m²

Texto: Daniella Grinbergas

A designer de interiores paulistana Ana Mouawad Queiroga transferiu seu escritório para dentro de casa – e caprichou na decoração do espaço de 8,75 m² | <i>Crédito: ALESSANDRO GUIMARÃES (LANAFIRMA.COM.BR)
A designer de interiores paulistana Ana Mouawad Queiroga transferiu seu escritório para dentro de casa – e caprichou na decoração do espaço de 8,75 m² | Crédito: ALESSANDRO GUIMARÃES (LANAFIRMA.COM.BR)
Mãe dedicada dos pequenos Ravi e Leon, Ana entendeu que era preciso mudar sua rotina, e decidiu comandar de casa seu escritório Koulè Design Afetivo. Para isso, construiu um home office sobre uma edícula dos fundos do terreno, com entrada independente: uma casinha de madeira que parece um projeto saído de sites estrangeiros. “Gosto deste ar nórdico, do clima de chalé. Parti de uma base neutra e joguei cores, memórias afetivas, fiz arte... Tudo sem frescura e com amor. O cliente que chega tem de se sentir inspirado pelo lugar e ir embora com a certeza de que terá um projeto cheio de personalidade”, justifica a profissional.

O vermelho chama a atenção nas estantes Mango, de 0,70 x 0,45 x 2,08 m* (Tok&Stok, R$ 695 cada), e ressalta o grafismo do tapete de algodão Ankara, de 3,52 x 2,51 m (By Kamy , 6 x R$ 471,46). A cadeira Maver Executiva (Tok&Stok, R$ 885) ganhou o charme do pelego de pelo sintético (Decohouse , R$ 179,90).

Estilo rústico com pegada moderninha

❚ A construção foi feita em madeira cedrinho – Ana projetou a estrutura e entregou a execução a um marceneiro de confiança. Para conquistar o desejado ar de chalé, as vigas do teto, assim como o caimento de uma das águas do telhado, ficaram aparentes. 

❚ Tinta branca foi a escolha da designer para cobrir as superfícies de madeira ripada. “Usei a cor para clarear, e o efeito foi como o de uma folha em branco, pronta para ser desenhada”, diz. O tom escalado como protagonista da decoração foi o vermelho. “Ele aquece e estimula a inspiração”, justifica Ana, que equilibrou a paleta com toques de azul.

❚ A sensação de aconchego foi reforçada com o uso de madeira em tom natural: o piso é de ipê, e as amplas janelas são de peroba de demolição. 

❚ Pensando em deixar o cômodo com um visual mais leve, a profissional montou a mesa com tampo de vidro apoiado em cavaletes. “Queria um móvel que não representasse uma barreira e que deixasse o tapete estampado aparecer”, revela.

❚ Marca do trabalho de Ana, o mix de cores está presente nos detalhes da decoração. Na foto acima, o arranjo da parede foi feito com uma cartela de cores de tinta (aqueles leques que as empresas fabricantes utilizam como catálogo) – as tiras foram grudadas com fita dupla face. Plantas e objetos trazidos de viagem dão ainda mais personalidade ao escritório.

31/01/2017 - 09:49

Conecte-se

Revista Minha Casa
Coleção CARAS