Dicas para cultivar um cantinho verde

Se o único empecilho para você ter um cantinho verdejante como da foto é a falta de experiência com jardinagem, acabaram as desculpas. A paisagista Claudia Muñoz entrega os macetes para ter um jardim impecável. Saiba como

Texto: Daniel John Furuno

Pedacinho do paraíso | <i>Crédito: Luis Gomes
Pedacinho do paraíso | Crédito: Luis Gomes

° Todo espaço é possível para plantar - até xícaras de chá ou café! As espécies mais indicadas, neste caso, são miniorquídeas, suculentas e musgos. Como suas raízes são pequenas, conseguem sobreviver com pouca terra.

Fotos Cacá Bratke

° Leve cor ao jardim com flores de corte. Eis uma sugestão de arranjo charmoso com espécies que você encontra no supermercado: astromélias, minirrosas e gérberas.

Projeto da paisagista e designer de interiores Ivani Kubo / Foto Marco Antonio

° Gire os vasos de tempos em tempos de modo que todas as partes da planta recebam sua cota de luminosidade.A dica vale para vasos de todos os tamanhos.

Projeto da paisagista Claudia Muñoz - Foto Luis Gomes

° O jardim é para ser vivido. Dispor de uma área verde hoje em dia é um privilégio, então puxe a cadeira e aproveite o seu espaço!

° Faça a poda das folhas rebeldes, principalmente no caso das plantas que chamam a atenção pelo formato, como o buxinho bola. Dica: o corte deve ser feito rente ao talo.

Projeto da paisagista Caterina Poli - Foto Luis Gomes

° Tire as folhas secas - assim, a planta para de enviar água e nutrientes a uma parte que não está mais viva e se recupera mais rápido. Logo que a folha começa a ficar marrom, já deve ser removida.

° Que cuidar do jardim seja um prazer! Só porque você não tem conhecimento não significa que vai matar as plantas. O segredo é ter atenção e cuidado. A prática pode até acabar virando uma terapia.

Projeto da designer de interiores Emilia Monteiro - Foto Carlos Piratininga

° Pouca água para orquídeas e suculentas. A rega dessas espécies pode ser feita apenas uma vez por semana, usando borrifador.

° Lembre-se de regar! A frequência depende da espécie - azaleias, por exemplo, precisam receber água todos os dias - e do clima, mas o principal é observar o comportamento da planta.

Veja mais:

Pedacinho do paraíso

Varanda de apê com jeito de quintal

09/03/2017 - 15:27

Conecte-se

Revista Minha Casa
Coleção CARAS